IMPORTANTE: solicitamos que o responsável pelas postagens no blog assista a este tutorial (https://is.gd/mTH2XQ).

Nele, ensinamos como atualizar o conteúdo no seu blog sem perder a URL e causar conteúdo duplicado. Reforçamos que o texto desta pauta não deve ser postado automaticamente pela plataforma da Rock. Qualquer dúvida, só dizer nos comentários ou pelo chat da plataforma.

Atenção! Não se esqueça de tirar a tag [POST ESTENDIDO] do título ao atualizar o conteúdo no blog =)

Parece complicado na teoria, mas levar uma vida sustentável é algo que está cada dia mais próximo da realidade dos brasileiros – basta pesquisar e ter força de vontade para manter o estilo de vida e fazer a sua parte para ajudar o planeta. Neste post, você vai conferir dicas preciosas para viver bem e contribuir para a preservação do meio ambiente.

1. Saiba que a sustentabilidade começa em casa

Recicle o lixo

Quer reduzir em aproximadamente 1 tonelada por ano o índice de emissão de dióxido de carbono na atmosfera? Basta reciclar o lixo da sua casa. Procure informações sobre a coleta seletiva da sua cidade e separe seu lixo por categoria (papel, plástico, vidro, metal e orgânico).

Encha a máquina de lavar roupas

Use a máquina de lavar roupas apenas quando estiver em sua capacidade máxima; cada ciclo de lavagem consome 150 litros de água. Dê preferência à água fria, pois a quente gasta mais energia.

Regule o termostato da geladeira

A refrigeração alta é recomendada apenas com a geladeira cheia. Caso não esteja cheia, regule-a para consumir menos energia.

Dê preferência para lâmpadas de LED

É impressionante, mas o consumo de energia das lâmpadas de LED é até cinquenta vezes menor que o das lâmpadas comuns.

Tire os aparelhos da tomada

Se a bateria do seu aparelho está cheia, você não precisa que ele fique ligado ao carregador, certo? Atenção também com carregadores esquecidos na tomada, porque eles consomem energia mesmo sem estarem conectados aos celulares.

2. Reaproveite a água

Já pensou em reaproveitar a água da chuva? Pode parecer complicado no primeiro momento, mas é bem simples: basta construir coletores nos telhados e/ou calhas. Assim que acumular quantidade suficiente de água, é só começar a usá-la.

A dica é usar em tarefas cotidianas como lavar a calçada (jamais faça isso com mangueira!), regar o jardim e até mesmo dar descarga no banheiro (por que não?). É sempre bom lembrar também que não se deve jamais desperdiçar água.

3. Evite o desperdício de alimentos

Atitudes simples no dia a dia fazem toda a diferença para o impacto no meio ambiente e uma delas é a de não desperdiçar nada na cozinha. Você pode pesquisar receitas nutritivas que levam cascas, talos, sobras, etc.

Basta ter disposição para fazer isso! Grande parte do lixo dos lares brasileiros vem de restos de comida que, infelizmente, produzem o famoso “chorume”, que resulta em grandes quantidades de gás metano, diretamente ligado ao efeito estufa.

Uma ótima dica é comprar a quantidade de comida necessária, sem extrapolar para não jogar nada fora. Prefira alimentos frescos: os congelados sobrecarregam o refrigerador, gastando mais energia.

4. Não seja consumista

A educação ambiental começa quando se aprende a lição de que não é preciso muito para viver. O ideal é frear os impulsos de compra, dessa forma você não acumula bens desnecessários. Converse com as pessoas, conscientizando-as de que não é necessário ter tudo, principalmente por status.

Powered by Rock Convert

5. Fique por dentro das cooperativas da cidade

Há vários tipos de cooperativas, e vale a pena procurá-las na sua cidade, bairro ou regional. Existem cooperativas de reciclagem de lixo, ONGs de artesanato e até mesmo hortas coletivas. Caso não exista nada parecido em sua cidade, por que não propor a criação de uma?

6. Mobilize vizinhos e amigos

Observando as suas necessidades e as da comunidade, você pode abrir um debate para mobilizar mais pessoas a viver de forma mais sustentável. Comece com seus amigos e vizinhos, apresente os problemas e aponte as soluções possíveis para enriquecer a discussão.

7. Opte por produtos mais ecológicos

Existem soluções alternativas que podem providenciar uma vida sustentável e ecologicamente correta quando se trata de produtos de limpeza e higiene. Um bom exemplo é o uso de bicarbonato de sódio, que pode ser diluído na água para o consumo doméstico como desinfetante ou como um substituto para o shampoo anticaspa.

Também existem receitas encontradas na internet que dão outras utilidades criativas para o bicarbonato, utilizando-o como fermento para bolos e pães, por exemplo. Além disso, o mel pode ser utilizado misturado com aveia, funcionando como um bom hidratante facial, ou com fubá, muito utilizado para a esfoliação de pele. Ainda, a mistura de leite de coco e vinagre de maçã é uma ótima alternativa aos condicionadores.

8. Busque soluções ecológicas de transporte

A mudança dos hábitos de direção ajuda a reduzir drasticamente a emissão de gás carbônico na atmosfera do planeta. Para levar uma vida mais sustentável e preservar o meio ambiente, é muito importante considerar algumas opções menos poluidoras para se locomover.

Incluir no seu dia a dia  o uso de transporte público e incentivar os seus conhecidos a fazer o mesmo é uma forma de ajudar a reduzir o número de veículos no trânsito, diminuindo a poluição nas metrópoles e melhorando a qualidade de vida da população.

Além disso, manter o automóvel ajustado e em dia é uma ótima prática que pode auxiliar a gastar até 40% a menos de combustível, diminuindo o consumo de gasolina.

9. Procure marcas preocupadas com o meio ambiente

Atualmente, há muitas marcas que se preocupam com a origem de seus produtos no mercado, buscando opções com uma pegada ecológica menor. Isso significa que essas empresas controlam a quantidade de recursos naturais renováveis para a confecção de mercadorias e serviços para o seu público.

Essa preocupação ambiental é uma forma de gerar a conscientização nos consumidores da marca e estimulá-los a uma forma de vida mais sustentável. Procurar organizações que se preocupam com o meio ambiente é uma maneira de mostrar que o mercado está mudando e que é possível se destacar como uma empresa verde e, ainda assim, manter a excelência dos produtos e serviços oferecidos.  

10. Evite produtos descartáveis

Existem alguns produtos descartáveis que utilizamos no dia a dia, como copos e pratos, que, além de aumentarem o volume de lixo que descartamos diariamente, ainda possuem uma grande pegada ecológica durante o processo de fabricação.

Optar por algo reaproveitável, como pratos de porcelana e copos de vidro, que têm maior durabilidade, podendo ser lavados, com um consumo de água que é muito menor do que aquele utilizado durante a produção de materiais derivados de plástico.

11. Adapte sua residência para gerar energia limpa

Da mesma forma que manter um veículo regulado traz benefícios, como melhor desempenho e menor gasto de combustível, adaptar a residência também é uma forma de reduzir gastos desnecessários e melhorar a eficiência elétrica.

A instalação de placas de captação de energia solar é uma forma de diminuir os gastos com energia elétrica e, ainda, produzir uma energia limpa e renovável que pode ser usada para suprir o uso dos eletrodomésticos.

A partir dessas observações, você consegue encontrar maneiras de driblar os problemas ambientais e poder levar uma vida sustentável. Olhe em volta: quem sabe você não encontra uma solução muito útil para ajudar o meio ambiente? Repense, recicle, reduza e reutilize, passando a ideia adiante.

Gostou deste post? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este diretamente em sua caixa de entrada!