A escassez de água potável já é uma questão presente no cotidiano de milhares de pessoas ao redor do mundo. No Brasil, a alteração dos níveis de precipitação nas regiões Sul e Sudeste causaram em 2014 uma crise hídrica jamais vista, sendo que alguns de seus principais reservatórios ainda se encontram abaixo dos níveis ideais. 

Esse cenário propiciou o surgimento de soluções inovadoras para filtrar água. Em conjunto com seu uso consciente e sustentável, tais recursos têm ajudado a diminuir o problema.

Conheça a seguir algumas dessas soluções e ajude a economizar água!

Purificador de água de garrafa PET

Uma das soluções inovadoras para filtrar água consiste na utilização de um sistema simples composto por uma garrafa PET e luz solar.

O método pode ser feito por qualquer um e só precisa de uma garrafa e um pedaço de pano para filtrar a água a ser tratada. Após isso, a garrafa deve ser agitada e exposta à luz solar direta por pelo menos seis horas para se tornar adequada ao consumo.

Esse simples sistema já foi aprovado pela Organização Mundial da Saúde e é mais efetivo do que ferver a água, pois a radiação UV-A do sol ajuda a eliminar bactérias e outros microrganismos que possam estar presentes na água.

Filtro de sobras de uísque

A pesquisadora escocesa Leigh Cassidy, ao analisar resíduos de cevada provenientes da produção de uísque, descobriu que o material apresenta um alto potencial filtrador.

Isso ocorre porque as sobras de uísque, quando prensadas, formam uma espécie de filtro que é capaz de reter traços de arsênico, um elemento químico extremamente tóxico e de difícil eliminação. 

O projeto tem potencial de eliminar até 95% dos poluentes da água, além da capacidade de filtrar 1.000 litros por hora. 

Além de ecológico, o filtro teria um valor extremamente baixo, por ser proveniente de restos da produção de uma bebida que, se não fossem usados para esse fim, seriam simplesmente descartados.

Piscinas biológicas

Uma das soluções inovadoras para filtrar água consiste na utilização de plantas e pedras que, em conjunto, criam um sistema que limpa, oxigena e filtra a água para o banho.

Esse sistema é uma alternativa aos filtros de piscinas comuns que demandam muita energia elétrica, além de ser necessário a utilização de químicos nocivos à saúde, como o bromo e o cloro.

Além de mais econômico e saudável, o sistema demanda pouca manutenção, pois as plantas e as rochas formam uma espécie de miniecossistema que se autorregula.

Captação de água da chuva

Outra maneira de economizar água é pela implementação de uma cisterna para armazenar a água da chuva.

Em geral, o custo de implementação não ultrapassa os 300 reais e consiste em utilizar as calhas da casa como base para uma rede de canos de PVC que são conectados a uma cisterna que armazena a água.

Esse método torna possível o reaproveitamento da água e, se usado ao lado de um sistema de purificação, pode tornar a água potável e adequada ao consumo.

Filtros ecológicos

Uma outra opção é o desenvolvimento de filtros ecológicos que utilizam materiais sustentáveis, como a fibra de coco, que apresenta cerca de 50% mais poros do que os filtros convencionais de carbono. 

Quanto mais poroso o material, maior será sua superfície de contato com a água, o que implica um maior potencial filtrador.

Embora soluções inovadoras para filtrar água estejam sendo desenvolvidas, é importante lembrar que algumas dessas tecnologias ainda não estão disponíveis no Brasil, e o uso de filtros comuns ainda é uma das formas mais eficazes para tratar a água.

Quer saber mais sobre como economizar e viver uma vida mais sustentável, encontrando soluções inovadoras para filtrar água e outros assuntos relacionados? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdos como esse no seu e-mail!

Powered by Rock Convert