Parece complicado na teoria, mas viver de forma sustentável é algo que está cada dia mais próximo da realidade dos brasileiros – basta pesquisar e ter força de vontade para manter o estilo de vida e fazer a sua parte para ajudar o planeta. Neste post você vai conferir dicas preciosas para viver bem e contribuir para a preservação do meio ambiente.

A sustentabilidade começa em casa

  • Recicle o lixo: Quer reduzir em aproximadamente 1 tonelada por ano o índice de emissão de dióxido de carbono na atmosfera? Basta reciclar o lixo da sua casa. Procure informações sobre a coleta seletiva da sua cidade e separe seu lixo por categoria (papel, plástico, vidro, metal e orgânico).
  • Encha a máquina: use a máquina de lavar roupa apenas quando estiver em sua capacidade máxima; cada ciclo de lavagem consome 150 litros de água. Dê preferência à água fria, pois a quente gasta mais energia.
  • Regule o termostato da geladeira: a refrigeração alta é recomendada apenas com a geladeira cheia. Caso não esteja cheia, regule-a para consumir menos energia.
  • Dê preferência para lâmpadas de LED: é impressionante, mas o consumo de energia das lâmpadas de LED é até cinquenta vezes menor que o das lâmpadas comuns.
  • Tire os aparelhos da tomada: se a bateria do seu aparelho está cheia, você não precisa que ele fique ligado ao carregador, certo? Atenção também com carregadores esquecidos na tomada, porque eles consomem energia mesmo sem estarem conectados aos celulares.

Reaproveite a água

Já pensou em reaproveitar a água da chuva? Pode parecer complicado no primeiro momento, mas é bem simples: basta construir coletores nos telhados e/ou calhas. Assim que acumular quantidade suficiente de água, é só começar a usá-la. A dica é usar em tarefas cotidianas como lavar a calçada (jamais faça isso com mangueira), regar o jardim e até mesmo dar descarga no banheiro (por que não?). É sempre bom lembrar também que não se deve jamais desperdiçar água.

Evite o desperdício de alimentos

Atitudes simples no dia a dia fazem toda a diferença para o impacto no meio ambiente e uma delas é a de não desperdiçar nada na cozinha. Você pode pesquisar receitas nutritivas que levam cascas, talos, sobras, etc. Basta ter disposição para fazer isso! Grande parte do lixo dos lares brasileiros vem de restos de comida que, infelizmente, produzem o famoso “chorume”, que resulta em grandes quantidades de gás metano, diretamente ligado ao efeito estufa. Uma ótima dica é comprar a quantidade de comida necessária, sem extrapolar para não jogar nada fora. Prefira alimentos frescos: os congelados sobrecarregam o refrigerador, gastando mais energia.

Não seja consumista

A educação ambiental começa quando se aprende a lição de que não é preciso muito para viver. O ideal é frear os impulsos de compra, dessa forma você não acumula bens desnecessários. Converse com as pessoas, conscientizando-as que não é necessário ter tudo, principalmente por status.

Fique por dentro das Cooperativas da cidade

Há vários tipos de cooperativas e vale a pena procurá-las na sua cidade, bairro ou regional. Há cooperativas de reciclagem de lixo, ONGs de artesanato e até mesmo hortas coletivas. Caso não exista nada parecido em sua cidade, por que não propor a criação de uma?

Mobilize vizinhos e amigos

Observando as suas necessidades e as da comunidade, você pode abrir um debate para mobilizar mais pessoas a viver de forma mais sustentável. Comece com seus amigos e vizinhos, apresente os problemas e aponte as soluções possíveis para enriquecer a discussão.

A partir das observações, você consegue encontrar maneiras de driblar os problemas ambientais para viver de forma mais sustentável. Olhe em volta, quem sabe você não encontra uma solução muito útil para ajudar o meio ambiente? Repense, recicle, reduza e reutilize, passando a ideia adiante.

Gostou do post? Tem mais alguma dica para viver de forma mais sustentável? Compartilhe com a gente nos comentários!

Powered by Rock Convert